quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

A vontade de recordar.

Bons tempos, velhos, pois, já passaram, aliás o tempo voa. Fazem um simples notário viajar, deslumbrantes momentos, eternos, indescritíveis. Antes vividos, hoje recordados com carinho. Boas lembranças, passa rápido né? E fulano, ciclano? Não sei de nem um, estão por aí concerteza, criando outros desse. Bonito, o retrato ficou marcado. Olha, uma foto tua, de rostos alegres, nem que os sorrisos estiveram só de passagem, pra falar que um dia esteve por aqui. Dias de sol, lindo, lindo. Vale a pena guardar um pedaço do que restou, o que não passa, não muda é sempre a vontade de recordar!

4 comentários:

Bruno L. disse...

aah, me apaixnei por esse texto *-*

Lupo disse...

Ah! Sou eu! Não quero viver do passado, nem do futuro, mas como é bom relembrar cheiros, sons, gestos, paisagens, pessoas...

São tantos os caminhos e tantos universos em cada ser que passou pelo mesmo caminho que eu estava passando!

O que me entristece um pouco é que tive muitos momentos felizes, e tristes, mas não tive a consciência da importância deles no momento em que os estava vivendo.

Isso virou uma regra pra mim: Perceber!

Perceber o momento. Sofrer, chorar, sorrir... Aproveitar o abraço, o beijo, o tapa. Sentir a vida sendo vivida, acontecendo!

Eis que meu sangue ainda corre em minhas veias. É quente! E delicioso!

(Vou postar esse comentário no meu blog "Pensamentos", e citar seu post como a origem da inspiração... acho que ficou bom! rs)

Bjão Ana!

Ana Clara Q. Silva disse...

Bruno fico imensamente lisonjeada com sua visita. Fico mais feliz ainda de ler uma palavra como essa: apaixonei. Obrigada pelo comentário ;)

Lupo, você não é o único que passou por momentos e não soube dar valor. Isso é comum e triste. Temos que estar de olhos atentos para ver, perceber como você disse as coisas ao nosso redor. Aproveitar cada segundinho, cada abraço, sorriso, chorar com os que choram, se alegrar com alegrias de outras pessoas, viver aproveitando e amando as pessoas no momento em que estamos. Claro, claro. Nossa fico lijongeada, é um privilégio. Muito bom, vou comentar!

entrelinhas disse...

tô adorando seus textos!! recordar... é o que faço sempre, o que me doi...

Postar um comentário

Se você leu, gostou ou não, preciso de sua opinião! :*