sábado, 4 de setembro de 2010

A despedida.

- O quê?

- Deixa eu terminar.

- Ok, fala. (querendo dizer "que saco! Me deixa! Não tenho nenhum interesse em saber")

- Pode não significar muito, talvez nada. Mas você me encanta e muito, e como á muito tempo alguem não me encantava, quando falo contigo eu fico boba, quando não falo quase morro. Eu poderia fazer todos os elogios do mundo, mas não é nescessário, não vou ocupar muito o teu tempo.
Sabe, eu não me vejo do teu lado, em sonhos sim, quase todos eles!
Pena é acordar, olhar pro lado e estar só. Encontro em outros distração, pra não passar por careta, pra não ficar te esperando sozinha pra sempre. O fato é que eles não chegam nem aos teus pés. Ontem chamei uma amiga e disse o teu nome. São tantos pensamentos né? (sorri) não diz nada, não precisa, escuta e deixa eu acabar. Talvez a gente nunca tivesse conversado tão sério.

- É....É...

- Não sabe o que dizer? Eu já esperava, não esperava ouvir nada que me confortasse. Não se preocupa, meu conforto é tu poder me escutar por alguns minutos.

- ;(

- :/

-Ah não, se chorar eu também vou acabar chorando, então, controle-se! Por favor,as pessoas vão ficar olhando.

- To me sentindo mal. =(

-Não mais que eu, pode ter certeza, "meu" amor. Não pense muito, não temos o que fazer, e eu não tenho mais o que dizer.
Posso te dar um abraço?

-Claro!

-Sabe o abraço de alguem que tu gosta é o melhor do mundo, vontade de não te soltar :(
mas preciso. Não me entenda mal, mas esse fui o nosso último abraço, nossa última conversa, nosso último contato, nosso último tudo...

- PARA ... =/

-Não posso, vai ser melhor, vai ser o certo, quando isso passar, eu te procuro, pode demorar um dia, uma semana, um mês, um ano, ou talvez dez anos. Mas prometo que volto e vamos ser bons amigos, sair conversar, e rir ao lembrar que um dia tu quase me enlouqueceu.

Até.

Escrito por: Guilherme Alves.
Adptado por: Ana Clara Qs.

8 comentários:

Anônimo disse...

Nossssssa qe tristeee :////
mas é a pura realidadee!
nossa qsee xorei..

Mariii' disse...

Cliiiiindú, o mesmo tempo triste e romanticu tambem
nuss amei
bjuss

I'm Lomah disse...

Gostei ! *--* Seguindo aqui ,

Rayane disse...

meio confuso, mas gostei bastante
seguindo

http://tenderodeideias.blogspot.com/

Beijos

Ana Clara Queiroz disse...

Valeu gente *-*
to seguindo quem me segue ;)

Ramos disse...

Eu tenho até medo de comentar algo aqui xD
Pq geralmente, pelo que sempre leio e pelo que conheço de algumas amigas/conhecidas minhas... coisas assim, são sempre reais. Quase sempre tiradas de papéis de caderno ou agendas intimas, que ás vezes decidem expor...
Escrito assim, parece cena de filme, mas pra quem vive, parece mais um filme triste =P


bjaum! =D


www.suportedamente.blogspot.com

Ana Clara Queiroz disse...

É verdade!
São coisas imaginadas, parece mesmo cena de filme... Pessoalmente ás coisas não são assim, é beeeem menos intenso.
Valeu pelo comentário;}

Fernanda Rebelo disse...

diálogo perfeito, amei! tô seguindo o blog :D
já te adicionei no msn flor, só aceitar ;)

Postar um comentário

Se você leu, gostou ou não, preciso de sua opinião! :*