quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Então, perdão..


Já parou pra pensar em quantas idiotices vcê já fez, em quantas besteiras falou, em quanto de amor doou, coisas qe vcê perdeu, quantos erros cometeu, do quanto se arrependeu? Eu já! Pensei então em auto me pedir perdão e me perdoar por ser tão cruel comigo. Fui de fato cruel.
Não diga, idiotices todos cometem, a qualquer momento... É essencial para ser feliz :P
Besteiras todos falam, sem nem ver (plaft, ploft) e já falou. Não faz mal, palavras não voltam, mas, são esquecidas.
Amor doado sem ser amado! Todos já 'doaram', atirem a primeira pedra qem nunca deu e não recebeu em "troca", faz parteee ;)
Perdemos tudo... Á hora, a cabeça, os momentos as coisas! Tipicamente típico do ser humano.
Se arrepender é um peso, mas é um peso necessário para concertar. 'Estamos' no caminho certo, sendo assim.
Está vendo, sem foi tão ruim. Meu lado bondoso acaba de perdoar.
O lado 'cruel' é perdoado, mas assim mesmo reconhece os erros, e qer não cometê-los tão cedo novamente, ou melhor, na medida do possível, errar é humano não é?! :D

2 comentários:

Carlos Roberto disse...

Olá tudo bem? Belo blog. Uma dica é, cuidado com o fundo, pode ficar sem leitura ok? Depois segue o meu www.euemeualterego.blogspot.com vai lá dpeois.

Valeu

angelo disse...

gostei do seu blog..

http://esperanca-futuro.blogspot.com/

Postar um comentário

Se você leu, gostou ou não, preciso de sua opinião! :*